Queijo caseiro e vinho israeli, combinação perfeita para as festas.

Queijo caseiro e vinho israeli, combinação perfeita para as festas.

Uma das maiores deficiencias no mercado de vinho brasileiro, ausência de rótulos de países como Israel.  Minerais e intensos, como os israelenses, frutados e muitas vezes doces em sua aspereza, os vinhos de Israel são produzidos em condições ideais de solo e clima.  Maturados pelo sol do deserto e as brisas frescas da noite. Um Tempranillo com 15.2 GL é capaz de perdoar todas as falhas que possam existir nesse vinho inigualável. Aromatico e macio com notas de cafe, mel, e pimenta, alecrim e romãs.

cabra contra gado
a esquerda o de cabra e a direita de vaca

O queijo caseiro, do tipo meia cura.

Fazer seu proprio queijo pode ser uma solucao para que gosta de queijo e nao tolera bem a lactose.  Na maneira que voce cura o queijo, ele perde agua, e boa parte do soro, a proteína do leite. Se voce é mais do tipo preguiçoso e nao esta com vontade de virar o queijo, compre os minas, frescal, pode ser de cabra ou gado, e coloque na salmoura. Eu prefiro sal grosso, e deixo por algumas horas, depende do queijo. Depois coloco num pano bem fino e pressiono para sair o soro. Deixe numa tábua de madeira ou peneira de palha, por alguns dias, a uma temperatura ambiente, o mais frio possível.  Se quiser fazer queijos de coalhada pronta, também fica muito bom, siga o mesmo processo depois de misturar umas 8 coalhadas e deixar no pano ate virar uma bola, e depois coloca na salmoura por umas 2 horas.  Varias possibilidades para se fazer queijos saudáveis!!

Interessante sobre o Festival de Shavuot, a tradição original remonta as primícias na épocas do reino de Judah, de onde vinham as melhores uvas. O costume de se comer leite e derivados, parece ser mais uma influencia do kibutz e da Tnuva, a cooperativa estatal.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.