Doña Dominga Viognier 2010

A grande uva clara das Côtes du Rhône francesas internacionaliza-se e adquire caráter especial Novo Mundo – graças à sua aptidão para o sol e pelo calor no vinhedo.

A Viognier talvez seja a menos conhecida das grandes uvas brancos do mundo. Ela tem origem, ou pelo ela é mais conhecida por ser a grande uva branca das Côtes du Rhône, onde é usada até mesmo para emprestas seu aroma potente e amanteigado, de fruta supermadura, aos encorpados tintos da região. Ela é também a origem e a razão da mais importante denominação de brancos da região, a Condrieu, berço de algumas das maiores proezas enológicas em brancos e seco.

Em clima de verões secos e quentes, a Viognier amadurece bastante, gerando vinhos intensos e muito aromáticos.
Apesar de sua qualidade e potencial, é uma uva secundária nos caldos brancos que declaram somente a apelação genérica Côtes du Rhône em seus rótulos. Nestes, dominam as claras Clairette, Grenache Blanc, Marsanne, Roussane Bourbolenc, mais populares e menos cotadas.

A Viognier é uma rara uva branca do sol – a maior parte das uvas para vinhos brancos, como a Riesling, a Sauvignon, entre outras, são uvas melhor aclimatadas a regiões frias de onde extraem suas melhores feições. Já a Viognier adapta-se e viceja em regiões de verões quente e de muita luz.

As Côtes du Rhône (literalmente, as barrancas do rio Rhône, ou Ródano, localizadas no sudeste francês, logo ao norte da Provença) são quentes e caracterizam-se pelos densos e alcoólicos vinhos de frutas muito maduras, escuros e corpulentos quando tintos; aromáticos e amarelados quando brancos. Acidez, às vezes, faz falta, nos brancos.

Essa característica faz da Viognier uma forte candidata a se dar muito bem nas principais regiões do Novo Mundo, quase sempre ensolaradas e cálidas, caso de Mendoza, na Argentina e dos principais vales chilenos centrais, áreas de especial interesse para nós brasileiros graças ao Mercosul.

Minúscula prensa mecãnica para ensaios, cheia de cascas e bagaços de uvas Viognier.
Essa adaptação também define sua paleta de descritivos aromáticos, relacionados a frutas muito maduras e açucaradas, como ananás amarelinho, maracujá, mangas etc.

Também adquire potencial para estagiar em carvalho, em que adquire complexidade e caráter. Além das sugestões oxidativas, o caramelo e os tostados das barricas lhe caem bem. É, nos melhores casos, raros brancos de estrutura e longevidade, ao lado dos grandes vinhos de Chardonnay.

Reunimos neste painel de vinhos de preços médios 22 exemplares de varietais de Viognier de diferentes regiões do mundo. Há vinhos de Condrieu, a terra natal da variedade, e também das mais genéricas Côtes du Rhône; do Chile, Argentina, Austrália, África do Sul, do Brasil (diversas regiões), da Espanha e do Uruguai.

Os resultados, invariavelmente ocorre em degustações às cegas, são surpreendentes. Os vinhos conquistaram notas elevadas, um nível muito alto para um universo de brancos desta faixa de preços. Bom. Talvez a Viognier seja mesmo a próxima onda entre os vinhos brancos, que ainda precisam ganhar muito espaço entre os consumidores, em especial o Brasil.

Fonte:Vinho Magazine
Seção: Degustação

21 respostas para “Doña Dominga Viognier 2010”

  1. Great post at Viognier. I was checking constantly this blog and I am impressed! Very useful info specifically the last part 🙂 I care for such info a lot. I was looking for this certain info for a very long time. Thank you and good luck.

  2. Viognier I was suggested this blog by my cousin. I am not sure whether this post is written by him as no one else know such detailed about my trouble. You are incredible! Thanks! your article about ViognierBest Regards Rolf

  3. Nice post at Viognier. I was checking constantly this blog and I’m impressed! Very helpful information specifically the last part 🙂 I care for such information a lot. I was seeking this certain information for a long time. Thank you and best of luck.

  4. Viognier Pretty nice post. I just stumbled upon your weblog and wanted to say that I have really enjoyed browsing your blog posts. In any case I will be subscribing to your feed and I hope you write again soon!

  5. Viognier Very nice post. I just stumbled upon your weblog and wished to say that I’ve really enjoyed surfing around your blog posts. After all I will be subscribing to your feed and I hope you write again soon!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.