Totto Ramen, o primo rico do Miojo.

Ramen

Ramen
O primo rico do Miojo

Coloque seu nome na lista, mas tem que ser cedo. E se for dia util em Manhatan, tem fila na porta. O balcão do Totto esta situado na Hell’s Kitchen, uma das areas mais movimentadas da cidade. Ao entrar os clientes sao recebidos pelos cozinheiros com suas panelões borbulhantes, fervendo, sentar pedir e comer de joelhos sem rezar. Visualize o menu e faça sua reserva http://tottoramen.com

Novo mundo, vinho velho. Tannat e Syrah, um corte uruguaio que pode durar.

Os uruguaios são desbravadores do novo mundo, no que diz respeito ao Tannat. Essa uva com características bem proprias, tem sido plantada  no Brasil também e ja esta produzindo vinhos incríveis. E esses vinhos estao bobeando em Teresópolis, por conta do clima ameno, e questões de mercado turismo, etc, que permitem voce encontrar essas pérolas como o Don Adelio Ariano, Reserve Oak 2010.

Se a degustacao de vinhos de guarda, mais caros, e voce nao dispensa um vinho,  ja esta começando a se acostumar a escolher entre tantas ofertas existentes nas prateleiras e perceber que tem  muitas coisas que dariam para ter azia pelo resto da vida. E nao se trata de preço, e sim qualidade.

E então esta na hora de começar a provar os cortes diferentes como esse curioso Tannat-Syrah. Mas nosso foco esta alem da alegria com o resultado dos cortes, ou como degustar um vinho de 2010 Reserva, deixado maturar em barris de carvalho franceses ou americanos, e sim na combinação das uvas.

Adoro degustar vinhos antigos, bem guardados, que nao sejam feitos para guarda, e acho o conceito de que cortes de uvas em geral nao se prestam a guarda por mais de 10 anos, um folclore ou boato que sempre esteve na moda. Syrah ou Shiraz,  ja fala atraves de seu nome, suas origens, o Tannat muito parecido na aparência, tem origem na Franca e ambos podemos dissertar horas, sobre seu potencial mineral, cachos alongados, e uma cor azulada.

Mas o importante que o vinho se demonstrou maduro e muito interessante e bem alcoólico, mas nao sofreu alteração em sua estrutura. No barril agrega cor e sabor, carameliza os açúcares e absorve o excesso de taninos e nesse caso ficou muito bom, nao teve necessidade de aeração foi abrir e deixar uns minutos e servir. O resultado desse processo, um vinho que lembra um pouco o velho mundo.

Syrah Tannat 2010

Saude!!

Curry de frango e cogumelos, tríplice quinoa e couve mineira: dieta com muito sabor.

Curry de frango e cogumelos, triplice quinoa e couve mineira: dieta com muito sabor.

Preparar o Curry de Frango como é preparado no norte da índia, sem leite de coco e muito tomate. Uma das minhas formas de adaptar a culinaria e os sabores do mundo, para a realidade do mercado brasileiro, criar novos conteúdos usando receitas que assisto em videos do Youtube, procuro no Google, abro a geladeira, dou um pulo na horta, checo as pimentas secas e os temperos,  abro um vinho e tento seguir com rigor a técnica de preparo da receita que tentarei imitar e talvez  colocar meu toque pessoal. A qualidade dos ingredientes, sempre fundamental, fuja dos transgênicos, entre eles o milho. Orgânicos, sempre e na medida do possível. Frango e ovos de granja, se for comprar embalado, Korin bate um bolão, mas nada se compara aos ovos e frangos caipiras. As quantidades dos ingredientes na receita nem sempre devem ser seguidas,  especialmente com relação ao tempero nesses pratos indianos. Dei um toque sul americano na sugestão de acompanhamento: quinoa e couve a moda mineira.

Receita para 2 pessoas: 

400 gramas de peito de frango

1 lata de tomate pelado

Legumes

4 dentes de Alho 01 Cebola

Po de Curry, ou usar os temperos separados, a gosto. (A maioria das receitas do pó de caril incluem coentro , açafrão , cominho , feno-grego , e de pimentão em suas misturas. Dependendo da receita, ingredientes adicionais, tais como gengibre , alho , asafoetida , sementes de erva-doce , alcaravia , canela , cravinho , semente de mostarda , cardamomo verde , cardamomo preto , noz-moscada , açafrão branca , folha de caril , pimenta longa , e pimenta negra pode também ser incluído)

Pimenta calabresa ou dedo de moca, seca.

Azeite de oliva

Preparando o prato:

Corte o frango em cubos e pique os legumes. Numa frigideira com tampa, refogue a cebola picada ate dourar, adicione o frango, quando começar a dourar coloque o alho amassado com sal a gosto, e reduza o fogo para evitar queimar o alho. Acrescente os temperos secos, de uma leve refogada e jogue os tomates para dentro. Se quiser os legumes al dente, deixe tampado em fogo baixo por uns 20 minutos e depois coloque os legumes picados e deixe por mais uns 10 minutos. E voila, le Curry!!!

(Traduzido da Wikipedia) Curry é um termo guarda-chuva referindo-se a um número de pratos originários da culinária do subcontinente indiano . A característica comum é a utilização de complexos combinações de especiarias e ervas aromáticas , geralmente incluindo açafrão, cominho, gengibre, e pimentões frescos ou secos. O uso do termo é geralmente limitado a pratos preparados em um molho e os  pratos de curry preparados nos estados do sul da Índia serem temperados com folhas da árvore de curry . Há muitas variedades de pratos chamados ‘curries’. Por exemplo, em cozinhas tradicionais originais, a seleção precisa de especiarias para cada prato é uma questão de tradição cultural nacional ou regional, prática religiosa, e, em certa preferência medida, família. Tais pratos são chamados por nomes específicos que se referem a seus ingredientes, temperar e método de cozinhar.  As especiarias são utilizadas tanto em cozidos ou crus; e eles podem ser adicionados em momentos diferentes durante o processo de cozimento para produzir resultados diferentes. Principais especiarias encontrados na maioria dos pós de caril do subcontinente indiano são coentros , cominhos , e cúrcuma ; uma vasta gama de especiarias adicionais podem ser incluídos dependendo da região geográfica e os alimentos a ser incluído (peixes, lentilhas, carne vermelha ou branca, arroz, e legumes).   O pó de Curry , uma mistura de especiarias preparados comercialmente, é em grande parte uma criação Ocidental, que datam do século 18. Essas misturas são comumente pensado para ter sido preparado pela primeira vez por comerciantes indianos para venda aos membros do governo britânico Colonial e do exército retornando à Grã-Bretanha. Pratos chamados ‘caril’ pode conter peixe, carne, aves domésticas, ou moluscos, quer isoladamente ou em combinação com produtos hortícolas. Além disso, muitas vez são totalmente vegetariano, comido especialmente entre aqueles que possuem proibições éticas ou religiosas contra comer carne ou frutos do mar. Caril pode ser ou ‘seca’ ou ‘húmida’. molhos secos são preparados com muito pouco líquido, o qual é deixada evaporar, deixando os outros ingredientes revestidos com a mistura de especiarias. curries molhadas contêm quantidades significativas de molho ou molho com base em iogurte, creme de leite, leite de coco, creme de coco, purê de legumes, purê de tomate, cebola salteada esmagados ou caldo.

Truta na manteiga: alcaparras, limão, cogumelos frescos e pimenta indiana, manjericão. Vodka flambé.

Truta flambada na manteiga: alcaparras, limão, cogumelos frescos e pimenta indiana, manjericão.

A truta se adaptou bem na região serrana do Rio, mas o custo de produção e frete encarecem demais o produto que deve ser consumido fresco de preferencia. Apesar de encontrado fresco e vivo, pode apresentar problemas quando consumido sem o devido preparo. Existem muitas questões sobre a Truta e como preparar esse peixe de agua doce, que tem gosto de terra e muito colageno, vitaminas e pouca gordura. Antes de mais nada, a truta originaria dos rios, tem sido reproduzida em cativeiro com muito sucesso, mas com muitos problemas ambientais e de saude. Por conta da qualidade da agua onde vive e da ração com a qual é alimentada, a truta, quando consumida ao ponto, como deve ser, pode trazer os mesmos riscos do consumo de ovos crus, por exemplo, onde encontramos bactérias e microorganismos como a famosa Salmonella. A ração utilizada pode conter GMO, ou seja, ingredientes modificados geneticamente, que se consumidos em excesso podem causar danos genéticos nas futuras gerações. Das trutas e dos humanos.
E vamos ao preparo: lave a truta com agua e salgue, coloque pimenta do reino, e deite duas colheres de sopa de manteiga na frigideira grande, em fogo baixo, e va adicionando as fatias do limão ,que tem que ser siciliano, bem gordinho, pimenta verde fatiadas, alho com a casca e cogumelos frescos. Cubra e deixe por uns 10 minutos no fogo baixo, adicione 50 ml de vodka e acenda um fósforo com cuidado, deixando a mistura apagar tampe, e deixe por mais 10 a 15 minutos. Sirva


Ingrediente para 2 pessoas:
01 Truta inteira limpa
2 dentes alho 2 colheres de manteiga, uma pimenta verde, 2 dentes de alho, 4 cogumelos sal e pimenta do reino, azeite para dar o acabamento.

Comida brasileira com cara de Marrocos: Tajine de Almondegas, com Cuscus de Aipim acompanhado de cogumelos frescos e espinafre

Almondegas, ou Bolas de carne estilo marrocos, feito na panela com tampa, pressão media,  com Cuscus de Aipim (Mandioca), Cogumelos frescos e espinafre.

Mais receitas saudáveis e saborosas, dicas, e cultura culinária internacional, como essas almôndegas que copiei de receita tradicional do tajine num video marroquino no Youtube, uma receita super simples e rápida se for feita com carne magra, ou pode ser de frango, e ate peixe, ou mesmo kinoa, pros veganos.

Se você nao tem uma tajine, assim como eu, voce pode usar uma panela alta com tampa de vidro, cuja base pode ser de pedra ou ferro. E pode começar a preparar:  vai aquecer no fogo baixo, refogar alho, colocar os tomates picados , abra a lata e use uma tesoura para picar, super pratico, adicione sal, temperos e tampar. Uns 15 minutos.

Bolas marroquinas com Cuscus de Aipim, Cogumelos frescos e espinafre

Ai você mistura numa vasilha a carne ou kinoa cozido, com cebola, salsinha picada, temperos e sal, e mistura com a mão direita, e vai fazendo bolinhas e coloca num prato. Reserve na geladeira.

Nesse meio tempo, você cozinhou o aipim com sal e uns dois dentes de alho, al -dente, e refogou o espinafre com alho e sal ,e pimenta do reino.

Vamos preparar o cuscus de aipim: ralamos num ralador ou no processador desses que tem ralador. Coloca o aipim ralado num prato fundo, com um pouco de azeite de oliva ou manteiga, sal, e coloca o prato sobre uma panela com agua, dentro de uma peneira de metal e tampe. Deixe ferver, e va misturando com cuidado o cuscus. Uns 15 minutos e deixe coberto com um pano.

Agora colocar as almôndegas sobre o molho e tampar. Meia hora em fogo baixo e esta pronto. Servir sobre o cuscus junto com espinafre. Os cogumelos fresco eu compro em Lumiar, RJ, o sabor é inigualável, pode dar uma branqueada nos cogumelos, ou ferver, fatiar e esta pronto para servir.

Ingrediente para dois:

400 gr de carne light (ou frango, peixe, kinoa)

350 gr de aipim ou mandioca

1 ramo de espinafre

1 lata de tomate sem casca.

uma cebola, 6 dentes de alho, salsinha

Cogumelos frescos

Azeite de oliva

Manteiga ou margarina se voce for kosher.

Temperos secos: paprica doce, paprica, acafrao da terra, pimenta calabresa, feno grego, cominho, coentro, canela, cardamono.  (Pra facilitar eu uso Zinny 7 Pimentas e Harissa, dois tipos de temperos bem completos.)

Virtual Palato esta em nova fase, mais light, comida de rua, dieta, e com equipe mais profissional gerenciada pelo nosso manager, Giovanni Brunno Côco! Assine nossa newsletter, e inscreva-se no Canal do Youtube.

 

Cordeiro cozido com repolho e cenouras. Comida de rua com toque gourmet.

cordeiro cozido

O rack de cordeiro uruguaio esta na promoção, no Carrefour Barra. Sao verdadeiras pérolas no oceano da mediocridade das prateleiras, alem do preço atrativo. A carne de cordeiro é mais magra e suas gorduras e colágeno  mais saudáveis. Pelo fato de ja estar congelado, e depois de descongelar ficou de molho com alho pimenta vermelha, alecrim e vinho branco por 12 horas, na geladeira, o tempo de cocção pode ser reduzido para 2 horas em fogo lento.

Ingredientes: Para cada rack, use uma cenoura e meio repolho pequeno. Cebola, molho de tomate apimentado, alho, coentro, pimentao vermelho grelhado, sete pimentas da Zinny. Sal a gosto. Vinho tinto.

Preparo:

Num fio de azeite, doure os rack ate selar bem. Adicione a cebola, e deixe dourar, coloque um pouco de vinho tinto, e deixe caramelizar. Adicione cenoura picada, pimentao, e o molho de tomates, cubra com agua fervendo e coloque o repolho na panela. Tampe e deixe cozinhar por 2 horas.  Acompanhe com arroz com lentilhas, ou purê de batatas.  Bon Apetite. Este prato vai bem com um Tannat. cordeiro cozido